Para Lira, o desafio é dar calendário ao Flu para 2020

Para Lira, o desafio é dar calendário ao Flu para 2020


Publicado em 08 de Abril de 2019 ás 11:12:51

Cristiano Alves 
Arnaldo Lira: “até aqui para 2020 o time só tem o Baiano e isso aumenta a responsabilidade de buscar recolocar o Fluminense nesse circuito”



Confirmado como técnico do Fluminense no último final de semana, Arnaldo Lira traça os objetivos para esta sua nova passagem no Touro do Sertão. Antes mesmo de começar o trabalho com vistas à Série D do Campeonato Brasileiro, o comandante disse que a grande meta é dar de volta um calendário ao clube para 2020. 
 
Arnaldo Lira, antes mesmo de se confirmado oficialmente já vinha conversando com os dirigentes e reconhece que a sua volta acontece num momento difícil vivido pelo tricolor feirense. “Quando saí daqui a dois anos atrás, o Fluminense tinha Série D, Copa do Brasil e estava brigando por uma vaga na Copa do Nordeste. Agora volto numa situação adversa porque até aqui para 2020 o time só tem o Baiano e isso aumenta a responsabilidade de buscar recolocar o Fluminense nesse circuito. Entendo ser o grande desafio nesse momento”, disse.
 
O pouco tempo de trabalho é outra dificuldade para o comandante tricolor já que o Fluminense estará em campo pela Série D no primeiro final de semana de maio. “É complicado porque você montar um time e ele se encaixar em pouco tempo, ter um jeito de jogar não é fácil. Mas Deus sempre tem me iluminado e os trabalhos que tenho feito têm surtido resultados interessantes, como foi agora no Atlético: fomos campeões da 2ª divisão, começamos o Baiano esse ano e depois de quatro rodadas muitos diziam que o time disputaria fuga do rebaixamento e no final chegamos entre os quatro e o time tem Série D e Copa do Brasil para 2020”, declarou Lira. “Espero continuar nessa pegada e a gente junto com os jogadores consiga colocar o Fluminense na Série C do ano que vem. Se conseguir isso, ai eu posso dizer que ganhei tudo no futebol da Bahia. Mas para que isso aconteça preciso do apoio de todos: dirigentes, jogadores, torcedores, imprensa e a comunidade”, complementou. 
 
Quanto a formação do elenco, Arnaldo Lira tem mantido entendimentos com os dirigentes e disse ter indicado alguns nomes, porém não descarou qualquer atletas que tenha contrato em vigor com o Fluminense. “Independente de qualquer coisa, o quero é ter jogadores que tenham acima de tudo compromisso com o projeto que o clube tem e eu estou encampanando nesse momento. Vamos observar nos treinos cada um, mas já digo que só fica realmente aqueles que têm comprometimento e que querem chegar em algum lugar. Sei do esforço que que os dirigentes fazem, a confiança que todos depositam em mim, mas sozinho eu não faço nada. Preciso de atletas com ‘sangue no olho’ , que tenham vontade, compromisso acima de tudo”, avisou.