Reunião ajusta estratégia para quebrar tabu diante do Bahia de Feira

Reunião ajusta estratégia para quebrar tabu diante do Bahia de Feira


Publicado em 26 de Fevereiro de 2019 ás 18:58:00


Cristiano Alves 
A última vez que o Fluminense venceu o Bahia de Feira foi na Copa Governador do Estado em 2015




Dirigentes, comissão técnica e atletas tiveram uma reunião no CT Noide Cerqueira para discutir o atual momento do clube e as possibilidades de classificação para a fase semifinal do Campeonato Baiano. O objetivo foi ajustar as pendências e projetar os trabalhos para o clássico diante do Bahia de Feira no próximo dia 10 de março e logo de cara, o time terá que quebrar um tabu: o de não vencer o rival há 4 anos.
 
Desde que o Bahia de Feira retornou ao cenário esportivo profissional em 2009, as duas equipes fizeram 16 partidas oficiais, sendo 10 pelo Campeonato Baiano e 6 pela Copa Governador do  Estado. No balanço geral das duas competições, o tricolor feirense venceu duas vezes, perdeu sete vezes e empatou outras sete vezes. Balançou as redes 11 vezes e sofreu 21 gols. A última vez que o Fluminense venceu o Bahia de Feira foi na Copa Governador do Estado em 2015, partida realizada em Riachão do Jacuípe pela fase semifinal da competição.
 
No encontro dentre outras situações dirigentes e atletas começaram a traçar estratégias para mudar essa história recente dos jogos entre Fluminense e Bahia de Feira. “Primeiro temos que dar tranquilidade aos atletas e a comissão técnica e unirmos forças porque não será fácil o confronto, mas nosso time é bom e temos condições de chegar e fazer o resultado positivo. Temos que acreditar nisso e trabalhar, trabalhar muito até o dia do clássico”, ressaltou o presidente da equipe, José Francisco Pinto, o Zé Chico. 
 
O técnico Chiquinho Lima disse que o foco de todos tem que ser o jogo contra o Bahia de Feira. “É o jogo onde não podemos vacilar. Um confronto direto que pode nos colocar próximos da classificação e por isso temos que trabalhar bastante focando nesse objetivo”, avaliou o técnico.