“A preocupação de muitos é somente com o time em campo”, diz Zé Chico

“A preocupação de muitos é somente com o time em campo”, diz Zé Chico


Publicado em 26 de Fevereiro de 2019 ás 16:39:08

Divulgação
Toricda protestou depois do jogo entre Fluminense x Vitória da Conquista 

A derrota para o Vitória da Conquista, por 3 x 1 no último domingo (24), foi alvo de protestos por parte das torcidas organizadas do clube que ao final do jogo realizam uma manifestação ainda nas cercanias do Estádio Joia da Princesa, onde demonstraram toda indignação com o momento do time no Campeonato Baiano. Foram pedidas as saídas não só do técnico Chiquinho Lima, mas de todo o corpo diretivo do tricolor feirense. 
 
Além dos protestos no estádio, as manifestações se estenderam pelas redes sociais onde os torcedores seguem questionando o trabalho dos dirigentes no tocante a parte de futebol. Até então, presidente José Francisco Pinto, o Zé Chico não tinha se manifestado sobre o assunto, mas falou sobre a situação. “O protesto dos torcedores é normal, mas a partir do momento que se parte para a agressão moral, para ofensa, perde-se o direito. Nós temos erros, sim, não negamos e estamos buscando não errar, mas os erros acontecem e fazem parte da vida. O que não admitimos são ofensas morais até porque somos pais de família, temos nossas vidas e não estamos aqui para ser achincalhados”, afirmou.
 
O cartola disse estar com a cabeça tranquila em relação a tudo o que essa diretoria já fez pelo Fluminense. “A preocupação de todos é o time dentro de campo, mas esquecem de onde foi que encontramos o clube e o quem fizemos desde 2014 até aqui. Será que tudo está errado mesmo? Acho que as pessoas precisam ter mais calma antes de tentar desfazer algo que ainda está sendo construído”, declarou. “Agora se tem um grupo de sócios ou conselheiros com um projeto, que venham e apresentem, pois ao contrário de muitos que estão criticando, nós tivemos coragem de assumir. Se tiverem um projeto estamos aqui para apoiar porque não temos vaidades e independente de qualquer coisa o Fluminense é maior que todos nós”, complementou.