Flu de Feira derruba Leão do Sisal em Riachão

Flu de Feira derruba Leão do Sisal em Riachão


Publicado em 27 de Janeiro de 2019 ás 19:49:53

Cristiano Alves 
Jogando esta tarde em Riachão, o Fluminense venceu o Jacuipense por 2 x 0 na segunda rodada do Baianão 



Jogando esta tarde no Estádio Eliel Martins, o Valfredão, na cidade de Riachão do Jacuípe, o Flu de Feira conseguiu um excelente resultado ao bater o Jacuipense por 2 x 0, partida válida pela segunda rodada do Campeonato Baiano 2019. O resultado deixou o Touro do Sertão coladinho no G-4 da competição. 
 
Desde os primeiros minutos, o Fluminense foi melhor dominou as ações do jogo e criou inúmeras oportunidades para marcar gols. O goleiro Marcelo fez, pelo menos quatro defesas milagrosas e contou com a sorte também, quando uma bola bateu na trave. No entanto, no final do primeiro tempo, aos 47 mminutos, Bambam tratou de tirar o zero do placar depois de aproveitar uma boa jogada de profundidade pelo lado esquerdo.
 
No segundo tempo, o Jacuipense saiu mais para o jogo e teve a grande oportunidade de empatar a partida aos 29 minutos quando a arbitragem marcou um pênalti a seu favor. O experiente Marcelo Nicácio cobrou e Léo Paredão defendeu salvando o Fluminense de levar o gol de empate. O lance abateu o time de Riachão, o Fluminense foi para cima e aos 40 minutos, depois de uma jogada pelo meio da zaga, Rodolfo aos 40 minutos fez 2 x 0 para o Fluminense dando números definitivos ao marcador.
Na próxima rodada, o Fluminense de Feira recebe o Jacobina, quarta-feira (30), às 20h30, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana.

Jacuipense 0 x 2 Fluminense 
Local – Estádio Eliel Martins (Valfredão) – Riachão do Jacuípe
Arbitragem – Bruno Pereira Vasconcelos auxiliado por Carlos Eduardo Bregalda Gussen e Danila Borges.
Jacuipense - Marcelo; Lucas (Paulinho), Raylon, Lídio e Vicente; Newton (Thiaguinho), Pantico (Mayron), Daniel Alves e Danilo Rios; Marcelo Nicácio e Gegê. 
Técnico – Jonilson Veloso. 
Fluminense -  Léo Paredão; Edson, Cristiano, Marcelo e Chico Bala; Rodolfo, Mourelândia, Deysinho (Neilson) e Jussimar; Bambam (Drey) e Reinaldo Alagoano (Gustavo).
Técnico – Chiquinho Lima.