Flu fica no empate na largada do Baianão

Flu fica no empate na largada do Baianão


Publicado em 00 de de 0000 ás 00:00:00

 

Cristiano Alves

O Fluminense ficou em 0 x 0 com o Colo-Colo jogando em Ilhéus

 

O Fluminense ficou no empate em 0 x 0 diante do Colo-Colo jogando no Estádio Mário Pessoa em Ilhéus na largada do Campeonato Baiano 2016. Mesmo jogando melhor quase todo o tempo, mas não conseguiu um resultado melhor.

O Fluminense começou a todo o vapor, explorando os espaços dados pelo Tigre ilheense, que pareceu perdido nos primeiros minutos do jogo. O tricolor feirense a todo tempo mostrava mais entrosamento, porém pecava nas finalizações. Aos poucos, o Colo-Colo passou a levar perigo através de jogadas de contra-ataque e a partida passou a ser equilibrada. Lances de perigo de lado a lado e o placar em 0 x 0 no primeiro tempo foi justo pelo que os times produziram.

O segundo tempo começou com o Colo-Colo cedendo muito espaço e o Fluminense continuou mostrando mais entrosamento e u melhor futebol do que o time da casa que só contava com dois jogadores no banco de reservas. Pressentindo o maior poder de fogo tricolor, treinador Arnaldo Lira colocou Dadai em lugar de Fernando e assim o Fluminense passou a jogar no 4-3-3.

O Colo-Colo, mesmo sem ter uma organização tática, foi para cima e assustou num cobrança de falta, quando Hiaguito chutou forte e Rodrigo fez uma grande defesa. Na sequência Mica quase fez o gol para o Fluminense num chutaço de fora da praça. O Touro conti ilnuou tentando, mas não conseguiu furar o bloqueio defensivo ilheense e o jogo ficou mesmo no 0 x 0. O próximo jogo do Fluzão será no dia 11 de fevereiro diante da Juazeirense em Riachão do Jacuípe.

Colo-Colo x Fluminense

Local – Estádio Mário Pessoa (ilhéus)

Arbitragem – Ademilton Piedade Carigé

Colo-Colo – Otávio;  Hiaguito, Eliseu, Valter e Léo Soares; Vamdão, Roberto, Tiago Almeida (Adriano Zetta) e Zabotto; Luís André e Erick (vitão).

Técnico – Fernando Dourado.

Fluminense – Rodrigo;  Edson, Alisson, Josemar e Zé Aquiraz; Fausto, Mica, Alessandro Azevedo (Din) e Fernando (Dadai);  Felipe e Deon.

Técnico – Arnaldo Lira.