Atacante não sabe se permanece para o Baianão 2010

Atacante não sabe se permanece para o Baianão 2010


Publicado em 26 de Outubro de 2009 ás 18:31:51

 

O atacante Serginho ainda não sabe se permanece no Fluminense de Feira para a disputa do Campeonato Baiano 2010. Um dos artilheiros da equipe na Copa Governador Jaques Wagner, com três gols marcados diz ter propostas para jogar no futebol europeu e até o final do ano definirá a sua situação.

 Serginho chegou ao clube para suprir uma carência no setor ofensivo, que até então contava somente com a dupla Ermínio/Deon. Além de encarar a condição de reserva, ele ainda enfrentou uma contusão muscular que o deixou afastado da equipe por duas semanas. Com a impossibilidade de Deon não atuar por conta de problemas com a documentação, o jogador entrou o time e correspondeu plenamente: nas três partidas que jogou marcou três vezes caindo nas graças do torcedor.

Ambientado em Feira, o atacante ainda não sabe se vai permanecer no clube para a disputa do Campeonato Baiano de 2010. “Fiz um contrato até o final do ano porque tenho duas propostas para jogar em clubes europeus. Caso nenhuma delas se concretize estou aberto a conversar com o Fluminense”, disse.

Eli Sérgio da Silva, o Serginho, é baiano da cidade de Rio Real iniciou a carreira nas categorias de base do Bahia em 1999 com o treinador Laelson Lopes. Depois passou pelo ASA/AL, em 2000, quando ajudou a equipe a levantar o título estadual, sendo inclusive artilheiro do certame alagoano.
 
Depois foi para o Corinthians/AL, de onde foi negociado para o futebol português, onde jogou por sete anos. Em Portugal jogou no Boavvista, onde marcou 11 gols na primeira temporada e sete na segunda. Se transferiu para o Paços Ferreira e mais uma vez foi artilheiro com oito gols e foi logo em seguida para o Porto, onde não teve uma grande passagem marcando apenas quatro gols e ainda jogou pelo Nacional.

Em 2007 foi para o Oita Trinita, do Japão, onde marcou seis gols em oito partidas que disputou pela equipe. Voltou ao Brasil em 2008, onde jogou pelo Náutico, numa curta passagem e voltou ao futebol alagoano, onde atuou pelo CSA sendo o principal artilheiro do certame alagoano com 13 gols. Este ano jogou o Campeonato Paulista pelo Ferroviário e novamente voltou a Alagoas onde disputou a Série D pelo CSA.