Chiquinho corre contra o tempo para ajustar o Flu de Feira

Chiquinho corre contra o tempo para ajustar o Flu de Feira


Publicado em 06 de Janeiro de 2019 ás 06:46:56

Cristiano Alves 
Além dos treinos, Chiquinho conversa e orienta os atletas sobre a forma como quer que o time atue 



Há três dias a frente do comando técnico do Fluminense, Chiquinho Lima corre contra o tempo para ajustar a equipe, pois faltam 14 dias para a largada do Campeonato Baiano e logo de cara o Touro do Sertão vai enfrentar o Bahia no Joia da Princesa. Independente de passar a parte técnica e tática, o comandante tem que buscar ajuda extra, pois do atual elenco, ele trabalhou apenas com o zagueiro Fernando Belém. 
 
O primeiro grande desafio de Chiquinho é justamente buscar o maior número de informações possíveis sobre o elenco. “Conheço bem o Fernando Belém, já os demais, alguns tive a oportunidade de enfrentar, outros tive informações. É complicado isso, mas fazer o que? A vida é feita de desafios e mesmo acalentando o sonho e a vontade de estar trabalhando aqui, na situação em que cheguei é um desafio sim”, declarou Chiquinho. 
 
Quanto a contratações, o comandante é enfático: vai trabalhar com os atletas que estão à disposição no elenco. “Não temos tempo para mudanças (saída e chegada de atletas). O trabalho já havia sido iniciado e estamos pegando agora para em pouco tempo tentar dar um norte ao time, um padrão de jogo para que possamos mostrar competitividade na nossa estreia diante do Bahia. Vamos ter que estabelecer uma relação de confiança: os atletas confiarem em mim e eu neles para que as coisas deem certo”, enfatizou o treinador.
 
A semana  que está começando será de intenso trabalho, conforme deixou claro Chiquinho Lima. “Não tem outra saída a não ser esta para que a gente possa ir se adaptando e os atletas também. O desafio não é so meu, mas dos atletas também e somente com a união de todos é que conseguiremos vencer os obstáculos para partir em busca dos nossos objetivos”, afirmou.