Prazo para análises de novo estatuto segue até 19 de outubro

Prazo para análises de novo estatuto segue até 19 de outubro


Publicado em 11 de Outubro de 2018 ás 13:21:14


Divulgação 
Jayro Miranda:  “queremos a participação de todos lendo e nos enviando sugestões sobre o novo estatuto do Fluminense”


Com a nova a nova data da assembleia geral marcada para o próximo dia 23 de outubro, sócios e conselheiros do Fluminense terão um prazo até o próximo dia 19 de outubro para analisar e enviar sugestões para a composição do novo estatuto do clube, que traz mudanças básicas e significativas, se adequando assim à nova legislação esportiva. 
 
O novo estatuto começou a ser elaborado há algum tempo trazendo novidades como a remuneração de algumas funções diretivas na equipe, a redução do quadro de 300 para 150 conselheiros,  bem como a unificação das eleições executiva e do Conselho Deliberativo, num processo de escolha direta por parte dos sócios e conselheiros que estiverem com as mensalidades em dia. O novo regimento já foi analisado e aprovado pelo Departamento Jurídico da Federação Bahiana de Futebol (FBF) faltando apenas a aprovação de sócios e conselheiros do clube para a sua homologação.
 
Outro ponto importante é a possibilidade de que os dirigentes sejam eleitos através do voto direto dos associados que esteja com as suas obrigações em dia. “São situações que buscam acima de tudo modernizar a administração do clube e por isso é muito importante que as pessoas entendam da necessidade que temos em aprovar o novo regimento, pois este adiamento em nada colabora para o andamento das coisas”, ressaltou José Francisco Pinto, o Zé Chico, presidente executivo do clube.
 
Quem quiser pode visualizar e baixar o documento no site oficial do clube – www.fluminensedefeirafc.com.br – ou ainda se dirigir a sede central do clube, na Rua Geminiano Costa -323. “É uma oportunidade que estamos concedendo às pessoas para que elas analisem o novo regimento e possam fazer ponderações e até mesmo sugestões para que tenhamos um estatuto acima de tudo democrático, onde todos possam ter a sua parcela de colaboração para a modernização do nosso clube”, disse Jayro Miranda, presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense de Feira.