Comissão técnica do Flu de Feira pode sofrer mudanças

Comissão técnica do Flu de Feira pode sofrer mudanças


Publicado em 29 de Agosto de 2018 ás 04:59:00



Cristiano Alves
Um dos profissionais que deve permanecer para 2019 é o preparado-físico Felipe França

 
A diretoria do Fluminense de Feira ainda não definiu por completa a comissão técnica para a temporada 2019: além do treinador Evandro Guimarães, que ainda deve conversar com os dirigentes, o preparador de goleiros Sidney Silva deve definir a sua situação, assim como o preparador-físico Felipe França e o supervisor Jorge Erivaldo, o Vaval. O desejo é manter os integrantes, porém mudanças não estão descartadas.


De acordo com o presidente do Fluminense, José Francisco Pinto, o Zé Chico, o clube vai passar por uma readequação financeira e pode implicar na comissão técnica, apesar do desejo de manter todos os profissionais. “Estamos conversando com todos: o Vaval, por exemplo já sinalizou que tem um projeto pessoal para fazer e o que estamos vendo com ele é se é possível conciliar com o trabalho aqui. Caso não seja, vamos ver o que fazer, mas não descartamos a possibilidade do Erivaldo Domício (gerente de futebol acumular a função”, afirmou.


O dirigente manifestou o desejo da permanência do preparador-físico Felipe França, que chegou com o Campeonato Baiano em andamento e trabalhou até o final da Série D. Já o preparador de goleiros veio junto com o treinador Evandro Guimarães no ano passado. “Todos são profissionais de qualidade e vamos fazer o possível para que todos permaneçam e a gente possa ter um desempenho bem melhor e assim alcançar nossos objetivos”, disse Zé Chico.