Reforços só devem chegar na próxima semana

Reforços só devem chegar na próxima semana


Publicado em 27 de Maro de 2018 ás 12:17:25

 

Cristiano Alves 

 

Zé Chico: “cinco ou seis jogadores devem reforçar o time para a Série D”



O Fluminense já começou os trabalhos visando a Série D do Campeonato Brasileiro, que começará no próximo dia 22 de abril em Campina Grande/PB, com o Fluminense encarando o Campinense. Por enquanto, nenhum reforço foi anunciado, mas a expectativa é que até o começo da próxima semana, as novidades sejam divulgadas de maneira oficial.
 
Uma das novidades possíveis era a contratação do goleiro Omar, ex-Bahia, que atualmente defende a Caldense/MG. O tricolor feirense partiu para tentar trazer o atleta, porém a negociação não avançou. “Nós conversamos com o atleta, inclusive nos encontramos com ele em Salvador, na semana passada, porém o Omar nos disse que agora preferia seguir na Caldense que chegou a um bom termo em relação a pendências existentes. Tudo bem, vida que segue, já estamos mantendo contato com outro jogador e esperamos divulgar a contratação nos próximos dias”, disse José Francisco Pinto, o Zé Chico, presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense. 
 
O dirigente preferiu não adiantar detalhes das contratações, porém afirmou que cinco ou seis atletas irão se juntar aos demais que hoje fazem parte do elenco comandado pelo treinador Evandro Guimarães. “A questão é que todos os atletas que estamos conversando ainda estão em outros clubes disputando competições e pediram para que a gente segurasse um pouco com relação a divulgação até mesmo para não atrapalhar as negociações. Mas acredito que até o começo da outra semana já tenhamos novidades para apresentar a nossa torcida”, afirmou Zé Chico.
No momento, o Fluminense conta com o seguinte elenco: 

GOLEIROS – Nunes e Lucas
LATERAIS – Edson, Cadu e Raudinei 
ZAGUEIROS – Ranieri, Eduardo, Rafael e Willian José 
VOLANTES – Adrian, Rodolfo, Mourelândia e Welton 
MEIAS – Diego Aragão e Deysinho
ATACANTES – Levi, Felipe, Jô Boy, Allan, Roberto Pitio e Maranhão