CT tem novo campo e instalações repaginadas

CT tem novo campo e instalações repaginadas


Publicado em 26 de Maro de 2018 ás 19:45:02


Cristiano Alves 
O campo principal do CT Noide Cerqueira foi remodelado e vai abrigar os treinamentos da equipe na Série D 


A grande novidade na reapresentação do Fluminense foi retorno do grupo ao CT Nóide Cerqueira, que depois de quase dois anos volta a ser utilizado para treinamentos e concentração dos atletas e comissão técnica. O clube fez da vizinha cidade de Santo Estevão a sua base de atividades diárias e concentração para jogos. 
 
 
 
 
Desde o final do Campeonato Baiano de 2016, os dirigentes iniciaram um projeto de remodelação da estrutura no CT, principalmente o campo de treinamento, além da concentração dos atletas e outras dependências. Inicialmente as atividades foram realizadas na Chácara Ribeirão, até que no ano passado, o grupo voltou a se concentrar no CT e realizou seus treinamentos em campos alternativos dentro e fora de Feira de Santana, enquanto as obras avançavam.
Com recursos oriundos da participação do Fluminense na Pré-Copa do Nordeste, além do apoio de alguns conselheiros, as obras avançaram: o campo principal foi remodelado, dois novos poços artesianos foram escavados para dar mais vazão de água e assim um melhor abastecimento a todo o CT, a parte de rouparia, concentração, refeitório, academia, sala de jogos e sala de convivência também receberam melhorias. 
 
 
 
 
A expectativa era de que ainda na disputa do Campeonato Baiano, toda  a estrutura do clube voltasse a funcionar no CT, porém, em comum acordo entre dirigentes e a comissão técnica ficou definido que o retorno só aconteceria quando tudo estivesse pronto. “A nossa preocupação era dar um bom campo para treinamento dos atletas, além das demais condições. Como hoje estamos com os poços funcionando bem e o tempo está chuvoso, tudo isso nos ajudou e agora os atletas voltam para casa, o que é importante”, afirmou José Francisco Pinto, o Zé Chico, presidente do Conselho Deliberativo do clube.
 
 
 
 
Um dos mais entusiasmados com as novidades foi o vice-presidente de futebol Luiz Paolilo Filho. “Muita gente não sabe a luta que foi para remodelar este equipamento porque hoje fazer futebol é muito complicado e sem a estrutura é praticamente impossível. Hoje a gente fica feliz em ver o campo e as demais instalações em plenas condições para que os atletas e a comissão técnica possam desenvolver o melhor trabalho possível”, ressaltou. 
Para o treinador Evandro Guimarães o fato do clube voltar para a sua casa é algo muito positivo. “Evita desgastes e sem falar que o nosso torcedor vai estar mais próximo, teremos uma cobertura melhor da imprensa e a tranquilidade de trabalhar no aconchego da nossa casa”, declarou.