Fluminense de Feira de Santana Futebol Clube - Bahia

Fluminense
Globo/RN
16/08/2017 ás 20:30:00
Estádio Alberto Oliveira - Joia da Princesa
Notícias

Publicada em 14 de Junho de 2017 ás 13:10:40
Flu de Feira ganha versão do hino oficial em ritmo de reggae

Divulgação

A banda Papel de Seda sempre toca e canta o hino do Touro do Sertão, numa valorização do melhor time do interior baiano

A paixão pelo Fluminense de Feira é algo que tem várias formas de ser traduzido, seja por atitudes ou ainda por um jeito mais original: a música. Foi com este objetivo que os músicos da banda feirense Papel de Seda regravaram o já tradicional hino do tricolor feirense numa inédita versão em ritmo de reggae, num gesto dos mais singelos de amor pelo Touro do Sertão.

Um dos mais apaixonados é o líder e vocalista da banda, Rafael Kbça é torcedor declarado do Flu de Feira e frequenta o estádio Joia da Princesa desde criança. “É algo assim inexplicável esse sentimento, o certo é que não perco nenhum jogo do time e o amor é tanto que a gente viaja longas distâncias para ver o Touro, como foi o caso do ano passado, quando estive em Volta Redonda/RJ para assistir Fluminense x Volta Redonda pela Série D”, lembra Rafael.

Gravar o hino do clube em ritmo de reggae surgiu de conversas com amigos e logicamente torcedores do Touro do Sertão. “Antes dos jogos, a gente sempre se reúne para resenhar e entre um papo e outro surgiu a ideia de gravar o hino em uma nova versão pois percebemos que os artistas locais dão pouca importância ao time da cidade reverenciando apenas os de fora (Bahia, Vitória, Flamengo, etc) nos shows. Chegou a hora de valorizar o que é nosso. Aqui é Flu de Feira”, afirma o vocalista.

Com muitos anos de estrada, a Papel de Seda já tem sete CDs gravados e um DVD e nas suas apresentações o hino do Flu de Feira é certo de ser tocado. O ritmo Ska escolhido pela banda Papel de Seda é um género musical que teve a sua origem na Jamaica no final da década de 1950, combinando elementos caribenhos como o mento, o calipso e estadunidenses como o jazz, jump blues e rhythm and blues. O ska foi o precursor do rocksteady e do reggae.

Recentemente a Papel de Seda se apresentou na micareta da cidade e teve a oportunidade de mostrar em primeira mão a nova versão do Hino. A receptividade do público presente foi bastante positiva. “Teve torcedor que se emocionou ao ouvir o hino na nova versão”, declarou o tecladista da banda Gilbert Morango.

Agora o torcedor tem mais uma oportunidade de ouvir o hino do seu time de coração em um novo ritmo diferente do original, que foi composto por Antonio Moreira em 1969, ano que o Fluminense tinha um timaço e sagrou-se bi campeão baiano.

 

Para baixar o áudio acesse: https://www.4shared.com/mp3/zS_t6AvMca/0001HINO_FLUMINENSE_OK.html

 

Cristiano Alves - Ascom Fluminense de Feira

 

 
Mais Notícias
09 de Agosto de 2017 ás 14:43:55
Flu terá teste contra a seleção de Feira de Santana

07 de Agosto de 2017 ás 16:29:35
Edmar e Bruninho foram as novidades na reapresentação do Touro

07 de Agosto de 2017 ás 12:11:52
Lira cobra empenho e determinação no seu retorno ao Flu

07 de Agosto de 2017 ás 08:09:54
Diretoria confirma Lira como treinador do Fluminense

26 de Julho de 2017 ás 15:09:14
Motivação é a palavra de ordem no Flu de Feira

Apoio